A Verdadeira Arte de Curar 15 de março de 2011 – Publicado em: Blog

Há séculos cientistas tentam encontrar uma forma efetiva e rápida de aliviar sintomas agudos e sensações desagradáveis e de resolver definitivamente doenças crônicas.
Enquanto médicos procuram decifrar vários enigmas do corpo físico, psicólogos se aventuram nos mares de emoções e sentimentos e, por sua vez, psiquiatras levantam hipóteses para compreender a mente e seus recursos, a Verdade sempre esteve presente e bem evidente. São os condicionamentos culturais que nos limitam e nos obrigam a enxergar apenas as partes convenientes para continuar mantendo um sistema de valores hipócrita, incoerente e paradoxal. A verdadeira arte de curar sempre existiu entre nós, desde os Essênios, onde Cristo aperfeiçoou os seus poderes natos. China, Egito, Índia, México foram berços de sabedorias profundas em vários departamentos de nossa cultura humana. Quando penso em uma forma de ajudar as pessoas na área da saúde, eu prefiro a integração da medicina (convencional) com as várias técnicas terapêuticas vibracionais (também denominadas alternativas).

Dr. Amit Goswami, renomado físico quântico, propõe a expressão “Medicina Quântica” para justamente codificar essa forma de integração entre o raciocínio alopático e raciocínio holístico. Recomendo o seu livro “O médico quântico”, da editora Cultrix, onde ele aborda a física quântica de uma forma simples e prática, voltada para a área da saúde.
Na minha opinião, não existe prova maior para confirmar uma verdade do que a obtenção de resultados (empirismo) e também quando vários pesquisadores, em diversas partes do mundo e vivendo em culturas até opostas à nossa, chegam às mesmas conclusões. Muitas vezes as várias peças do quebra-cabeça que formam a Verdade têm que ser interpretadas devido à linguagem diferente (muitas vezes não mais utilizada nos dias atuais – língua morta) ou, pior ainda, quando os textos são transmitidos simbolicamente.
A conclusão máxima é a seguinte: os paradigmas culturais coletivos somente irão mudar quando as pessoas individualmente conseguirem se libertar dos seus condicionamentos limitadores e, como consequência, soltar o seu aspecto criativo, assumir a sua soberania, respeitar seu aspecto único, enfim poder simplesmente ser.
Essa é a verdadeira cura dos seres humanos e consequentemente de nosso planeta e de todos os seus habitantes. Somente conseguiremos essa verdadeira cura integrando e equilibrando todos os veículos de manifestação de nossa Essência. São eles os principais, do mais denso ao mais sutil: corpos físico, mental, emocional, etérico, astral, crístico e búdico. Utilizando todos esses instrumentos de uma forma saudável, faremos escolhas adequadas para atingir o nosso crescimento espiritual (nível de freqüência vibratória). Hoje em dia, já é possível sim! Existem técnicas especializadas nessa abordagem por meio de atendimento individual (terapêutico) ou cursos coletivos.
Atualmente existem profissionais capacitados para promover essa libertação do Ser e, consequentemente, o amadurecimento espiritual, com meios bem mais acessíveis e resultados mais rápidos e evidentes.
O interessado só precisa querer essa transmutação do fundo da alma e saber que não existe pílula mágica, apenas esforço, sem precisar de dor e sofrimento. Também existe a possibilidade de utilizarmos alguns produtos facilitadores. Procure sempre estar na Luz da Consciência…

« A Radiestesia auxiliando no despertar da Consciência
Amazônia »