As coisas que não conseguimos suportar nos outros são geralmente aquelas que gostaríamos de mudar em nós mesmos. De início, você rejeitará esse conceito, convencido de que não faz sentido nenhum. O Oponente é assim, traiçoeiro.

Mas, apenas hoje, pegue aquela característica dos outros que mais te deixa reativo e passe alguns minutos ponderando sobre como você pode estar fazendo a mesma coisa. Talvez de modo diferente, talvez em um cenário diferente, talvez em relação a outros assuntos, mas eu te prometo que, no nível da semente, essa semelhança existe.

Devo lhe dizer que sair do âmbito da vitimização ou do modo “efeito” é uma façanha imensa! Perceber que, quando uma pessoa nos chateia, não é com ela que realmente estamos chateados!

O problema nunca, nunca é externo. É sempre interno.
YEHUDABERG